Articles by Guto

Cada estado pode elevar ou diminuir o valor do seu IPVA

Cada estado pode elevar ou diminuir o valor do seu IPVA

IPVA 2021 RJ – O Imposto sobre a Propriedade de Veículo Automotor (IPVA) é um imposto criado para que proprietários de veículos automotores possam conduzi-los de forma legal e regularizada perante a lei. O IPVA 2021 tem caráter apenas fiscal, ou seja, a utilização do dinheiro pelo governo pode ser feita de qualquer forma, não sendo necessário que o gasto deste montante seja feito na área dos transportes, por exemplo, como era feito com o antigo imposto referente aos veículos movidos a álcool, gasolina e ciclomotores.

Cada estado pode elevar ou diminuir o valor do seu IPVA. Para quem possui veículos cadastrados em Rio de Janeiro, o valor da alíquota do IPVA 2021 Rio de Janeiro varia entre 1 e 2,5 por cento. Esta variação acontece devido à diferença de veículos (entre carros e caminhões, por exemplo). Logo, para saber qual o valor da alíquota que você deve pagar, é preciso acessar uma tabela descrita no site da Secretaria da Fazenda do estado de Rio de Janeiro.

Consulta IPVA 2021 RJ

Para saber qual o valor do IPVA 2021 RJ é possível acessar pelo site do RJ ou diretamente pelo site da Secretaria da Fazenda do estado de Rio de Janeiro. Caso você acesse pelo site do DETRAN, você será direcionado para o site da SEFAZ-RJ, que é o órgão responsável por disponibilizar as informações sobre valores deste imposto.

Para realizar a consulta IPVA 2021 RJ, você deverá:

  • Acessar o site do Detran RJ www.detran.rj.gov.br;
  • Abaixo do logo do Detran encontra-se um campo de busca “Consultar Placa”;
  • Digite sua Placa e clique em Ok.

Tabela e Pagamento IPVA 2021 RJ

No site da Secretaria da Fazenda de Rio de Janeiro você terá a possibilidade de escolher entre várias opções no menu do lado esquerdo. Escolha a opção “Calendário e Valores”. A tabela IPVA 2021 RJ informa a data para os pagamentos em cota única (que possuem desconto) e para pagamento parcelado em até três vezes de acordo com os números finais das placas.

O pagamento IPVA 2021 RJ é importante para que sua situação e a de seu veículo estejam em dia com os órgãos públicos. Vale ressaltar que você pode pagar IPVA 2021 Rio de Janeiro de duas maneiras: Cota única com desconto ou parcelado em 3 vezes.

Após escolher como você irá pagar, dirija-se a um banco mais próximo ou então pague pelo internet banking. Lembrando que ao não pagar o IPVA 2021 RJ seu veículo pode ser apreendido, além de pagar uma multa de alto valor. Caso busque mais informações acesse o site do Detran Rio de Janeiro ou ligue para o número (81) 3453-1514.

Formas de consultar a Tabela INSS

Formas de consultar a Tabela INSS

Para consultar a Tabela INSS 2021 não precisa se dirigir a nenhum atendimento presencial, você tem apenas que consultar no site do órgão. Para sua facilidade a Tabela INSS 2021 estará disponível de forma online, saiba mais a respeito disso no post a seguir.

Atualmente, a internet nos traz uma variedade de opções de consulta de serviços. E os órgãos públicos que sempre foram os líderes na demora de atendimento sabe como isso mudou a rotina das agências de atendimento.

  • Fique também informado sobre o Reajuste salário mínimo 2021!

Não poderiam deixar de fora essa tabela e outras informações referentes ao INSS, por que são as que as pessoas mais procuram. Acesse a tabela atualizada diretamente no site oficial da Previdência Social ou aqui mesmo, logo a seguir!

Uma das maiores autarquias do Brasil disponibiliza esse e outros serviços para serem consultados pela internet. Isso garante uma rapidez e agilidade para o seu dia a dia, confira mais por que vale a pena saber os serviços todos que você consegue acessar pela internet.

Consultar Tabela INSS 2021

E de suma importância saber quais são os descontos no pagamento e isso quem define e disponibiliza é o próprio INSS, logo, podendo ser consultado pela internet, conforme já mencionado anteriormente.

Confira então a tabela INSS 2021:

Você ainda pode realizar uma melhor consulta da tabela do INSS 2021 pela internet e nesse link que segue: www.previdencia.gov.br

Consultando a tabela você terá conhecimento de quais serão as alíquotas e elas variam de acordo com a faixa salarial de cada pessoal isso por que quem tem mais deve contribuir com mais, e quem tem menos contribui com menos. Pela internet fica bem melhor, mas mesmo assim tem muitas pessoas que procuram os atendimentos presenciais para essa finalidade, o que não é nada indicado.

Existe um tipo de contribuição para cada tipo de contribuinte, conforme você poderá consultar na tabela INSS 2021, clique aqui para informações completas.

Confira também o calendário de pagamento para aposentados do INSS!

O final do número do benefício é sempre o último algarismo antes do dígito. Todos os benefícios do INSS têm dez algarismos. Por exemplo, para o cartão de benefício número 324.546.767-4, o final é 7.

As entidades de aposentados vão pressionar o governo para que a antecipação da primeira parcela do 13º benefício seja feita no pagamento de setembro, que começa a ser creditada no final de agosto. A segunda parcela será paga no final de novembro e início de dezembro.

Para mais dúvidas sobre a data do crédito, o beneficiário pode ligar para o telefone 135.

Conheça quem tem direito ao Bolsa Família

Conheça quem tem direito ao Bolsa Família

Muitos cidadãos vivem se perguntando quem tem direito ao Bolsa Família 2021 e podem ter o direito ao benefício, porém acabam não recebendo por não possuírem conhecimento sobre as regras do programa e como ela funciona.

Para que você saiba quem tem direito ao bolsa família, saiba que esse programa se tornou essencial para toda a população considerada de classe baixa, pois seu valor beneficia inúmeras famílias na complementação das suas rendas ou até mesmo para poderem comprar os seus alimentos.

Além disso, o programa ainda já ajudou milhares de pessoas a conseguirem sair da situação de extrema pobreza. Com isso, se você ainda possui dúvidas sobre quem tem direito ao bolsa família e qual é o limite do salário, continue acompanhando as informações sobre a renda mínima para poder realizar o cadastro no programa.

Conheça o programa Bolsa Família

O Bolsa Família é conhecido como um programa do Governo Federal que teve a sua criação na presidência do Luiz Inácio Lula da Silva, onde o principal foco do programa é sempre atender as famílias que se encontram em situação de pobreza ou de extrema pobreza.

Assim, para poder ser classificado em tais condições é preciso que você se encaixe em alguns requisitos. Mas, de uma forma geral, o benefício vem ajudado milhões de família nas mais diversas formas, desde o pagamento de contas de luz e água, bem como na compra de alimentos.

Quanto ao depósito do benefício, esse é realizado de forma mensal na conta de todos os beneficiários, onde atualmente já se encontram mais de 14 milhões de famílias beneficiadas.

Como saber quem tem direito ao Bolsa Família 2021?

Sobre aqueles que possuem direito ao Bolsa Família 2021, para quem uma certa família seja considerada em situação de pobreza ou de extrema pobreza, é necessário atender a alguns requisitos, os quais são:


01. As famílias que possuem em condição de pobreza são aquelas que apresentam uma renda mensal bruta que chega entre 85 a 170 reais.


02. Só é considerado como família pobre, aqueles que possuírem uma composição de gestantes, crianças e adolescentes até 17 anos.


03. Já no caso das famílias que se encontram em situação de extrema pobreza, são consideradas aquelas que possuem uma renda de até 83 reais por pessoa.


Assim, para que você possa ser incluído no bolsa família, é preciso que você procure a prefeitura da sua cidade ou o departamento de assistência social, onde ao chegar lá você deve fazer a sua matrícula no CadÚnico para Programas Sociais do governo.

Qual o valor do Bolsa Família 2021?

No caso do valor do bolsa família, pode-se dizer que não existe um valor fixo de tal benefício para todas as famílias, pois eles mudam conforme o contexto familiar

Portanto, sobre quem tem direito ao bolsa família, o programa nasceu no ano de 2003 e faz parte do Plano Brasil Sem Miséria, onde apresenta como principal objetivo a realização da transferência direta da renda para as famílias consideradas carentes, por meio da Caixa, onde será realizado o depósito para saque.

Aumento Bolsa Família 2021

Neste ano, os beneficiários do Programa Bolsa Família passaram a receber, a partir de julho, um valor 5,67% maior com relação ao último reajuste feito em 2016 que foi de 12,5. Dessa forma, o valor do benefício passou de R$ 177,71 para uma quantia estimada em R$ 187,19.

O reajuste do Bolsa Família 2021 é muito importante e necessário, pois dessa forma o poder de compra dos grupos familiares beneficiados se mantém, fazendo com que a economia do país seja ainda mais movimentada gerando, assim, um impacto significativo na vida dos brasileiros.

Criado pelo Governo Federal, o Bolsa Família tem como principal objetivo acabar com a fome e a miséria no país. O pagamento é feito em dinheiro e depositado diretamente na conta do cidadão.

O anúncio feito pelo Ministério do Desenvolvimento Social em abril de 2018 prometeu que a situação do beneficiário vai melhorar. Em 2019, o bolsa família sofrerá reajustes, que serão dados a todos os tipos de benefícios oferecidos pelo programa.

Veja a seguir quais serão esses novos valores:

Benefício básico: o valor desse benefício que era de R$ 85,00 será de R$ 89,00;
Benefício variável: o valor desse benefício que era de R$ 39,00 será de R$ 41,00;
Benefício variável jovem: o valor desse benefício que era de R$ 46,00 será de R$ 48,00;
Beneficio destinado a superação da extrema pobreza: o cálculo deste benefício será feito de acordo com os rendimentos de cada família.

Como já foi esclarecido acima, o Bolsa Família é um programa que ajuda muitos brasileiros a saírem da situação de extrema pobreza. Se você for um beneficiado do Bolsa Família 2021, não deixe de ficar atento às atualizações deste artigo.

Importância de fazer a Simulação Imposto de Renda

Antes de fazer a declaração do Imposto de Renda, os contribuintes podem fazer a simulação Imposto de Renda 2021 através do site oficial da Receita Federal. Conheça mais sobre esse simulador e veja como fazer a simulação Imposto de Renda 2021 de maneira fácil e rápida!

Muitos cidadãos contribuintes ficam literalmente com os cabelos em pé na hora de fazer a declaração do Imposto de Renda. Com o simulador de declaração disponível na internet, essa preocupação já não precisa mais existir.

No site oficial da Receita Federal você encontra um simulador que te ajuda a fazer a declaração antes de entrega-la oficialmente. Com essa ferramenta, você consegue fazer o cálculo mensal e anual sem dificuldades.

Quem é obrigado a fazer a declaração?

Alguns brasileiros são obrigados a fazer a declaração do Imposto de Renda de acordo com o que determina a Receita Federal.

Quem não for obrigado a declarar, não precisa fazer a simulação Imposto de Renda 2021 disponível na internet.

Como os valore oficiais de 2021 ainda não foram divulgados, você acompanha a seguir quem foi obrigado a declarar em 2018 com o ano base 2017 como referência.

  • Cidadãos que tenham recebido rendimentos com valores inferiores a R$ 1.903,99 são considerados isentos e não precisam declarar;
  • Cidadãos que tenham recebido rendimentos entre R$ 1.903,99 a R$ 2.826,65 devem declarar e pagar uma alíquota de 7,5%;
  • Cidadãos que tenham recebido rendimentos entre R$ 2.826,66 a R$ 3.751,05 devem declarar e pagar uma alíquota de 15%;
  • Cidadãos que tenham recebido rendimentos entre R$ 3.751,06 a R$ 4.664,68 devem declarar e pagar uma alíquota de 22,5%;
  • Cidadãos que tenham recebido rendimentos acima de R$ 4.664,68 devem declarar e pagar uma alíquota de 27,5%.

Como fazer a simulação Imposto de Renda 2021?

Muitos contribuintes acabam se confundindo na hora de realizar o cálculo do Imposto de Renda. Infelizmente temos que concordar que fazer esses cálculos não é tão simples assim.

Realizando a simulação Imposto de Renda 2021 você consegue saber os valores exatos a serem declarados.

Para fazer essa simulação você precisará apenas seguir as informações abaixo. Confira:

  • Acesse esse site oficial;
  • Escolha o cálculo que deseja fazer, se é mensal ou anual;
  • Abrirá uma tela na qual você deverá preencher todas as informações que forem solicitadas;
  • Depois que terminar de preencher todas essas informações, você saberá qual o valor que deve ser declarado.

O que é e quem cai na Malha Fina?

Você já deve ter ouvido falar sobre a tão temida Malha Fina. Muitos brasileiros morrem de medo dela. Vamos entender de fato o que ela significa?

Malha Fina nada mais é do que uma operação de investigação que a Receita Federal faz em todas as declarações recebidas. Acontece um verdadeiro pente fino em todas as declarações recebidas e quem declarou menos do que recebeu fica retido nessa operação.

Os cidadãos que tiverem suas declarações retidas nessa operação devem corrigir os dados da sua declaração e fazê-la novamente.

Isso acontece geralmente com os cidadãos que tentaram burlar a Receita Federal, declarando bem menos do que receberam durante o ano.

Prazo para inscrição de financiamento estudantil acaba na segunda-feira

O FIES é um financiamento estudantil, ou seja, os estudantes conseguem financiar as despesas da mensalidade para que assim possam se estabelecer profissionalmente sem grandes prejuízos. Para participar do FIES é necessário participar de um processo seletivo, onde o MEC irá avaliar quais os estudantes estarão aptos a receberem o benefício.

Quando o estudante consegue o financiamento, ele deve pagar uma taxa trimestral, durante todo o curso, que é referente aos juros do financiamento. Depois que os estudantes concluem os estudos, ele terá um período de dezoito meses antes de continuar a pagar todas as taxas trimestrais do FIES.

Boleto FIES 2021

O FIES é um benefício para ajudar a facilitar o acesso dos jovens ao ensino superior.

O FIES é o Fundo de Financiamento Estudantil do Ensino Superior. Esse fundo tem como intuito, financiar as mensalidades dos estudantes que estejam cursando o ensino superior em rede de ensino privada. Ele foi criado no ano de 1999, pelo MEC (Ministério da Educação). Esse programa veio para substituir o extinto Programa de Crédito Educativo.

Para poder ter acesso ao financiamento, além de estar regularmente matriculado em instituições de ensino privadas que sejam cadastradas no programa, o candidato deverá passar por uma análise pelo MEC.

Após o estudante ser pré-aprovado na análise do financiamento, ele deverá acessar o portal do SISFIES, que é onde os estudantes precisam fazer o aditamento do benefício. Isso deve ser feito a cada seis meses, pois é esse processo que renova o financiamento e garante que o estudante continuará aproveitando o benefício no próximo semestre.

Como Pagar Boleto FIES

Para poder ter acesso ao Boleto FIES 2021, os estudantes deverão imprimir o boleto no site da Caixa Econômica Federal, porém ele deverá receber todos os boletos na sua residência, assim que o contrato for liberado. O pagamento deve ser feito dentro do prazo de vencimento, em qualquer agência bancária ou casa lotérica.

O pagamento ocorre trimestralmente, ou seja, a cada três meses. O valor é referente aos juros do financiamento.

Onde Pagar

O Boleto FIES 2021 pode ser pago em qualquer agência bancária ou casa lotérica desde que ele esteja dentro da data de vencimento, caso contrário, ele deverá ser pago somente nas agências da Caixa Econômica. É importante que os pagamentos sejam feitos dentro do prazo estabelecido pelo programa, pois atrasos podem levar ao cancelamento do benefício.

Se o estudante quiser, ele poderá efetuar o pagamento online, dependendo da disponibilidade do seu banco, porém é importante que a data de vencimento seja respeitada sempre.

Segunda Via do Boleto FIES 2021

Quando o estudante tem o seu cadastro aprovado para o financiamento, ele fornece o seu endereço onde ele deverá receber todos os Boleto FIES 2021 que deverão ser pagos mensalmente. Caso ocorra a perda ou extravio de algum desses boletos, o estudante tem a opção de imprimir uma segunda via no site da Caixa Econômica Federal.

O ideal é verificar todas essas informações antes do vencimento do boleto para que não aconteça nenhum problema.

Programa oferece bolsas de estudos em todas áreas da educação

Você conhece o Educa Mais Brasil 2021? Ele é um programa que beneficia milhares de pessoas oferecendo bolsas de estudo em universidades particulares, ótima oportunidade para quem deseja iniciar os seus estudos, mas tem dificuldades financeiras. Gostou? Então conheça mais sobre o Educa Mais Brasil 2021!

O que é o Educa Mais Brasil 2021?

Há mais de 10 anos no mercado, o Educa Mais Brasil é um programa pago que oferece bolsas de estudos para diversas áreas da educação:

  • Graduação;
  • Pós-graduação;
  • Educação básica;
  • Cursos técnicos;
  • Idiomas;
  • Preparatório para concursos;
  • Cursos profissionalizantes;
  • Educação de Jovens e Adultos (EJA);
  • Preparatórios para pré-vestibular e ENEM.

O Educa Mais Brasil 2021 é uma das maiores organizações que promove estes descontos, as bolsas podem chegar a 70% do valor integral. São mais de 18 mil instituições parceiras e 450 mil candidatos privilegiados com o auxílio do programa.

Como funciona o Educa Mais Brasil 2021?

Os interessados em conseguir os descontos que o programa promove, devem fazer a sua inscrição no site. Assim como o programa Quero Bolsa 2021, todo o processo é feito via internet, basta o candidato preencher um cadastro e emitir a confirmação da adesão.

Mas, as bolsas têm um valor e o aluno deve fazer o pagamento da taxa no ato da matrícula, na universidade escolhida. Também é necessário fazer a renovação da sua parceria com o Educa Mais Brasil por meio de contribuições semestrais. Pode ficar tranquilo, mesmo que exista um custo para a adesão do desconto e ele seja pago por semestre, a bolsa ainda sai bem em conta, pois os valores não são abusivos. É só colocar no ponto no lápis e você vai ver que compensa.

Inscrições Educa Mais Brasil 2021

Como dissemos, todos os processos são realizados de forma digital via internet, por isso você pode acessar o portal do programa com o seu celular, tablet, notebook ou computador. Mais uma facilidade que o Educa Mais Brasil 2021 oferece.

Depois de decidir qual curso você pretende ingressar chega a hora de oficializar as inscrições Educa Mais Brasil. O legal é que se você ainda não tem convicção do local que pretende se matricular, mas sabe o curso, o próprio site faz uma lista com as melhores instituições seguindo a sua localização.

Siga este passo a passo que é bem simples, e garanta a sua entrada na faculdade ou centros educacionais.

  • Passo 1: Acessar o site do Educa Mais Brasil;
  • Passo 2: Do lado esquerdo da página o candidato deve preencher as primeiras informações, assim o site faz um filtro com o que você precisa. Para começar, informe qual a modalidade de ensino você deseja buscar;
  • Passo 3: Agora, chega a hora de inserir o local que você busca para estudar, o tipo do ensino, se prefere uma lista por curso ou instituição e qual o curso;
  • Passo 4: Ficará disponível uma lista com os melhores centros educacionais e o preço da mensalidade. Repare que o desconto também aparece. Depois de comparar as informações e escolher qual a sua preferida, clique em ‘Quero Esta Bolsa’;
  • Passo 5: As características do curso e informações importante sobre ele ficam disponíveis. Para confirmar o seu interesse, selecione novamente ‘Quero Esta Bolsa’;
  • Passo 6: Começa a etapa do cadastro, basta inserir os seus dados. Para finalizar, clique em ‘Confirmar’.

As próximas etapas ficam disponíveis somente para os candidatos, mas elas apresentam explicações bem dinâmicas e fica fácil efetivar a sua inscrição. Lembrando que este processo é gratuito!

5 passos para ingressar em uma universidade federal

O sonho de ter um diploma no ensino superior público no Brasil é totalmente possível. Cada vez mais os alunos do ensino médio chegam preparados para a carreira universitária. Contudo, há cinco passos a serem seguidos para garantir o ingresso em uma universidade federal. Saiba mais!

Cursar uma universidade pública ou particular?

Quem nasceu na década de 90 quase não tinha opção se realmente não viesse de família rica. As universidades públicas eram a única pedida para quem não podia custear os estudos do ensino superior. As instituições particulares chegavam a cobrar mais de dois salários mínimos por mensalidade, o que era inviável para algumas famílias.

Atualmente o cenário mudou. A enorme oferta de universidades e faculdades privadas fez o valor da mensalidade cair bastante de preço, tornando-se uma opção viável para muitos concluintes do ensino médio. As públicas também melhoraram e greves são raras, deixando o aluno em dúvida.

Um dos pontos diferenciais das universidades públicas é ainda serem referência no ensino. Muitas são bem conceituadas no mercado, com excelente corpo docente e estudos publicados. Já os particulares ainda estão crescendo em nome e fama. Vale avaliar com calma as duas moedas antes de tomar a escolha certa.

Os cinco passos para quem quer entrar em uma universidade pública

Se a opção foi por estudar em universidade pública, há cinco passos a serem seguidos de extrema importância para alcançar o intento. São eles:

Estudar e fazer a prova do Enem

O Exame Nacional do Ensino Médio, mais conhecido como o Enem, já foi uma prova para ajudar os estudantes a medir a qualidade do ensino no Brasil. Hoje a avaliação do MEC conta como vestibular e é obrigatória para programas sociais. A prova é anual. Estudante de escola pública não paga a inscrição.

Fazer a inscrição no Sisu

O Sisu é a plataforma digital unificada a qual as universidades públicas e faculdades oferecem suas vagas para alunos que realizaram a prova do Enem. As inscrições do Sisu 2021 iniciam sempre após as notas do Exame Nacional do Ensino Médio serem divulgadas.

Ter uma excelente nota no Enem

O vestibular foi substituindo pelo Enem nas universidades públicas, mas o sistema de concorrência continua. As melhores notas são as primeiras a ocupar vagas.

E alguns cursos são realmente concorridos como medicina, direito, jornalismo, dentre outros. Vale uma olhada na concorrência no ano anterior para ajudar a orientar a seleção do curso pretendido.

Não tirar zero na redação do Enem

A nota do Enem para concorrer a uma vaga no sistema público de Ensino Superior pode ser baixa em conhecimentos gerais, mas nota zero em redação não é permitido. Com isso o aluno é desclassificado e não pode concorrer a uma vaga.

Planejar-se nos estudos

A concorrência está ficando cada vez maior quando se trata do ensino público. Vale uma preparação antecipada e quanto anos o aluno sair na frente melhor. É necessário fazer simulados, provas anteriores e cobrir todo o conteúdo programático ou a maior parte de assuntos possível. Revisar e treinar redação são pontos essenciais.

Quer participar do Financiamento Estudantil do Governo? Veja aqui como

Quer participar do Financiamento Estudantil do Governo, mas não sabe como participar? Nós te ensinamos aqui. As inscrições FIES 2021 estão batendo na porta e é preciso ficar aqui. Vamos descobrir agora como inscrições FIES 2021.

O que é FIES?

Para poder participar do FIES é necessário saber o que ele é e como realizar as inscrições FIES 2021.

O Financiamento Estudantil é um programa que foi desenvolvido pelo Governo Federal, responsável por financiar jovens exclusivamente no seu curso superior.

O Fundo de Financiamento Estudantil é responsável por custear a mensalidade daqueles que não podem pagar as mensalidades.

Como funciona o FIES?

Existe uma taxa de juros que é paga anualmente pelos alunos que são financiados no valor de 6,5%. Assim que o programa foi criado os juros era no valor de 3,4% ao ano, mas com a inflação foi necessário subir.

Todos os alunos precisam pagar uma taxa de R$ 150,00 a cada trimestre.

Regras para Inscrições FIES 2021

Já sabemos o que é o FIES e como ele funciona, mas antes de realizar as inscrições FIES 2021, os estudantes precisam saber as regras do Fundo de Financiamento Estudantil.

  • A maioria das vagas ofertadas pelo FIES, sempre são ocupadas por cursos que na visão do Governo são mais importantes, ou seja, os cursos na área de formação de professores, engenharias e área de saúde;
  • Renda mensal de 3 salários mínimos;
  • Ter participado de umas das edições a partir de 2010;
  • Ter adquirido nota de no mínimo 450;
  • Para quem já possui nível superior, também poderá solicitar o financiamento, desde que se enquadre nas regras anteriores.

Vamos aprender agora o passo a passo para realizar as inscrições FIES 2021 e não perder nenhuma etapa do processo, que pode garantir sua permanência no curso superior.

O primeiro passo é acessar o site e clicar onde a imagem abaixo indica:

Após acessar o site, é preciso preencher alguns dados:

  1. – CPF;
  2. – Data de Nascimento;
  3. – Código de Verificação.
  4. Logo em seguida, após preencher os dados ditos acima você irá cadastrar uma senha para poder acompanhar sua inscrição;
  5. Feito tudo isso, você irá escolher curso e instituição;
  6. Após tudo isso é preciso esperar para saber se você foi pré-selecionado no Processo Seletivo que mostrado nas imagens acima;
  7. Esperando e recebendo o resultado que você foi aprovado, você irá acessar.
  8. Logo após preencha os dados:
  9. – CPF;
  10. – Data de Nascimento;
  11. – E-mail;
  12. – Senha.

Realizando todos os passos das inscrições FIES 2021 o estudante tem 10 dias para ir até a Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento da instituição escolhida por ele para validar todas as informações preenchidas nas inscrições feitas pela internet.

Documentos necessários para as Inscrições FIES 2021

Para realizar todo processo de inscrições FIES 2021 é preciso ter documentos em mãos, e vamos descobrir agora os principais documentos:

  • RG;
  • Registro Nacional de Estrangeiros, caso você seja um;
  • Carteira de Trabalho;
  • Identidade Militar – para homens;
  • CPF;
  • Comprovante de Residência;
  • Comprovante de Renda.

Divulgação do Edital do Exame do MEC e INEP

O que cai no Enem 2020: Aproxima-se a data de realização de mais uma edição do Exame Nacional do Ensino Médio – Enem 2020. Nas próximas semanas o MEC – Ministério da Educação e o INEP – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira divulgarão o edital do exame, que estabelecerá todas as regras e prazos para as provas.

Os estudantes, que têm inúmeras oportunidades através do desempenho obtido no exame, se antecipam e buscam por novidades e informações em geral sobre as provas. Abaixo será possível obter informações valiosas, inclusive sobre o que cai no Enem 2020. Acompanhem:

O Enem é de fundamental importância aos estudantes, pois é através da nota obtida no exame que são selecionados os candidatos para os principais programas do Governo Federal, como Prouni – Programa Universidade Para Todos e Sisu – Sistema de Seleção Unificada. Além destes dois programas, com a nota do Enem é possível obter a Certificação de Conclusão do Ensino Médio, Financiamento Estudantil e bolsas de estudos no exterior.

Inscrições 2020

Os estudantes poderão se inscrever no Enem 2020 já no mês de maio, logo após a divulgação do edital. O prazo de inscrições deve se estender até o início do mês de junho. A única forma de se inscrever é através do site oficial do exame, disponível no endereço eletrônico http://enem.inep.gov.br e não é cobrada nenhuma taxa de inscrição.

O tão esperado momento, da aplicação das provas do Enem, deve ocorrer em outubro, já que este não é um ano eleitoral. Os gabaritos são divulgados em até três dias após a aplicação das provas, também somente no site oficial informado acima.

Mas afinal, o que cai no Exame?

Desde 2009, com a primeira aplicação do chamado Novo Enem, a prova tem a seguinte estrutura:

  • 45 questões de múltipla escolha nas áreas de: Ciências da Natureza, Ciências Humanas, Matemática e Linguagens e Códigos, totalizando 180 questões, aplicadas em dois dias (sábado e domingo).

Além das questões de múltipla escolha há também a prova de redação, aplicada no domingo (Saiba tudo sobre a Redação do Enem 2020). Os conteúdos abordados são muito amplos, mas há sempre aqueles assuntos que são mais cobrados, e, como já foram aplicadas seis edições do Novo Enem, já é possível observar uma tendência do conteúdo nestas aplicações.

Veja abaixo os assuntos mais prováveis para as provas do Enem 2020:

  • Ciências Humanas: Movimentos sociais ao longo da História, Tecnologia e seu impacto na vida social e política, Cidadania, Problemas urbanos, Situação rural brasileira e Questão ambiental.
  • Ciências da Natureza: Mecânica, Energia, Eletricidade (potência, transformações etc.), Termofísica, Estequiometria, Termoquímica, Neutralidade, Oxidação, Equilíbrios químicos, pH, Ecologia, Evolução, Fisiologia humana e Genética.
  • Linguagens e Códigos: Interpretação de texto, Gêneros textuais, Norma culta e popular, Funções da linguagem, Figuras de linguagem e Literatura.
  • Matemática: Funções, Cálculo de área, volume e perímetros, Seno, cosseno e tangente, Probabilidade, Análise combinatória e Progressão aritmética e geométrica.

Saiba como se candidatar a uma vaga de financiamento estudantil

A nota de corte é a nota mínima que assegura um candidato entre os selecionados de algum um curso, se baseando no número de vagas disponíveis e o total de inscritos nesse mesmo curso. Essa nota é apenas uma referência para auxiliar o candidato no acompanhamento da sua inscrição, ela não garante a seleção para vaga ofertada. O sistema não faz o cálculo em tempo real e a nota de corte se modifica de acordo com as notas dos inscritos.

Esse modo de seleção é uma forma muito mais organizada e justa, pois o candidato que realizou algum concurso ou até mesmo vestibulares podem estar sendo avaliados de acordo com a sua própria pontuação ou melhor dizendo, com a sua capacidade de aprendizado.

O FIES 2020 calcula a partir do segundo dia de inscrição a nota de corte parcial que é a menor pontuação para ficar entre os selecionados de determinado curso, sendo calculada com base no número de vagas disponíveis e no total dos candidatos inscritos. Vale lembrar que os candidatos deste processo seletivo são os que não tenham concluído curso superior.

Os estudantes poderão acompanhar as notas de corte pelo endereço sisfiesportal.mec.gov.br, nesse mesmo site você poderá alterar a opção de curso no período até encerrar as inscrições. Lembrando que a inscrição a ser válida sempre será a última confirmada pelo estudante.

A classificação dos estudantes é dada com base a nota obtida no Enem seguindo a ordem abaixo:

  • Participantes que não tenham concluído o ensino superior;
  • Participantes que já tenham concluído o ensino superior.

Os primeiros a serem classificados com as notas obtidas no exame são os estudantes que ainda não concluíram o ensino superior. Somente após essa seleção que entram os candidatos que já concluíram, tendo como base a sua nota do Enem.

Existe ainda casos de notas idênticas no Enem, e para resolver a situação será feito o desempate onde serão observados os critérios a seguir:

  • Maior nota obtida na redação;
  • Maior nota obtida na prova de linguagens, códigos e suas tecnologias;
  • Maior nota obtida na prova de matemática e suas tecnologias;
  • Maior nota obtida na prova de ciências da natureza e suas tecnologias;
  • Maior nota obtida na prova de ciências humanas e suas tecnologias.

O resultado dos pré-selecionados na primeira chamada, assim como a lista de espera poderá ser consultado através do FIES Seleção 2020 e também na instituição em que foi efetuada a inscrição.

FIES Inscrição

Para realizar a sua inscrição FIES 2020, primeiramente o usuário deverá acessar o Sistema de Seleção Fies (Fies Seleção) e informar todos os dados que forem solicitados, que serão os seguintes:

  • Cadastro Pessoa Física (CPF)
  • Data de nascimento
  • Endereço de e-mail (válido)
  • E uma senha para acessar o sistema.

Após realizar esse processo, uma mensagem informando a validação do seu cadastro será enviada para o seu endereço de e-mail cadastrado no ato da inscrição e a partir daí seus dados pessoais serão informados, além de seu curso e a instituição de ensino selecionada.

Na segunda etapa, o estudando pré-selecionado deverá acessar o SisFies para poder efetivar a sua inscrição dentro de um prazo de 5 dias corridos que começa a ser contado a partir do dia em que você foi pré-selecionado, informando os dados de financiamento a ser contratado. A partir daí tudo que ocorrer será informado e contatado ao o estudante.

Agora que você já sabe todas informações a respeito da nota de corte e da inscrição Fies 2020, entenderá melhor como que funciona o modo de seleção dos candidatos que participaram de algum concurso e como se realizar a sua inscrição no programa. Em caso de maiores dúvidas, deixe o seu comentário logo abaixo para que possamos ajuda-los.